Palavra Livre Ricardinho sessão 10/11/2014

 O QUE OS VEREADORES DISSERAM – RICARDINHO

PALAVRA LIVRE – SESSÃO DO DIA 10 11 2014

APROVADA EM PLENÁRIO

 

Após foi passada a palavra livre ao edil Ricardo Mateus que iniciou solicitando um ofício ao Prefeito Municipal, porque ele esteve no Centro Paula Souza e viu que a estrada de acesso está intransitável. Afirmou ter se envergonhado e se entristecido ao passar por ela e ver que com a construção do Loteamento Monte Castelo acabaram com o resto da estrada a tornando quase intransitável. Ato continuo relatou que, os loteamento são feitos e danificam as estradas e ninguém fiscaliza ou toma providências, e afirmou que o chefe do almoxarifado deveria fiscalizar e disse também que ao comunicarem os problemas eles não são resolvidos.

Ricardinho-10-11 Disse que a verba de reforma, colocação de calçadas e iluminação da via ainda não foi aplicada, indagando do por que. Que no Centro Paula Souza estudam mais de 900 alunos que sofrem com estes problemas, portanto seu ofício é para saber destas informações, pois precisam da reforma imediata da estrada. O Presidente então determinou o envio do ofício. Após Ricardo afirmou que perguntaria ao Gerente da SABESP do porque as empresas que prestam serviços a ela quando abrem algum buraco, demoram tanto para tampá-lo, ficando aberto por dias e ainda não fazem o asfalto no nível certo, onde citou a estrada para o “Nem Nem”, e que lá abriram a estrada, colocaram a tubulação e fizeram um asfalto rebaixado e várias pessoas reclamaram ao edil do problema, pois estão tendo seus veículos danificados. Ainda falou que precisam de uma solução imediata e quando abrirem algum buraco que o tampem imediatamente. Outro assunto falado pelo edil foi que na última semana ele falou sobre o problema da Santa Casa e que escutam muita coisa nas ruas sobre ela, e muitas pessoas distorcem o que os vereadores falam nesta Câmara. Explicou que, o que disse sobre a Santa Casa não é sobre seus funcionários, como falaram alguns, salientando que eles são heróis por trabalharem nela, e afirmou que falou da diretoria e da irmandade da Santa Casa, e de fato acha que precisam saber administrar, pois há muito tempo nossa Santa Casa passa por dificuldades e nunca as superam e o povo morrendo. Então como o edil João Gabriel disse, aumentaram o repasse em relação ao mandato passado, e que na época tocavam a Santa Casa e agora não conseguem com o dobro do dinheiro. Afirmou que todos estão engajados em ajudá-la e ninguém é contra, contudo não podemos aceitar a situação e indagou sobre os projetos de repasses vindos e votados nesta Casa. Perguntou por que a Provedora não vem dar as devidas explicações que precisam e porque não responde o requerimento do edil João pedindo as prestações de contas. Disse que estas são perguntas que gostaria de fazer e afirmou que não vai até a Santa Casa, pois enviam ofício para está Casa fazendo política, onde e disse porque não vêm aqui, se é aqui que votamos os projetos. Ainda falou que existem alguns acreditando que ele está com medo da irmandade ou de outras coisas, onde afirmou que sua vida é limpa e transparente e todos o conhecem. Que começou pintando guias e hoje é vereador e se não for vereador no próximo mandato terá onde trabalhar. Disse respeitar todos, porém há desrespeito com a Casa a todo o momento, e alguns ainda acreditando que irão intimida-lo tirando fotos do carro do sindicato. Disse que podem tirar, pois tudo o que faz no sindicato está lá todos verem, e o que não pode são as pessoas morrendo em nossa Santa Casa, não terem anestesista, a população precisando e não encontrando médicos, e os funcionários trabalhando dias e noites sem os devidos recursos, onde fica um jogo político e a população no meio, sem ter e precisando de uma resposta, de médicos e atendimento. Afirmou que se chegar morrendo em nossa Santa Casa acaba morrendo mesmo, porque o funcionário e o médico não têm condições de atender bem este paciente. Após o edil João Gabriel pediu um aparte e falou sobre seu oficio solicitando informações sobre os prestadores de serviços e hoje ele teve acesso ao CNPJ da empresa contratada pela instituição, onde informou que se trata da empresa Multi Consultoria, situada na Rua Santo Antonio, 145, Sala 1, município de Uberaba-MG, e perguntou será que realmente precisam desta acessória. Ainda disse que os repasses estão atrasados, mas o projeto está aqui para votarem na data de hoje e amanhã com certeza já serão feitos. O edil Gilmar pediu um aparte e disse acreditar que os repasses do Governo não precisam de aprovação e o prefeito tem até 5 dias úteis para repassar. O edil Ricardo disse acreditar que alguma coisa esta errada na administração da Santa Casa, pois repassam o dinheiro e indagou, o que acontece, visto que as Santas Casas de São Joaquim e Ituverava funcionam e a nossa não. Após perguntou quem é o grupo que administra a Santa Casa há muitos anos, e disse que no mandato anterior quem era o Provedor era o Dr. José Humberto, ex-vice-prefeito. Portanto que venham aqui dar as devidas explicações e mostrarem onde estão sendo gastos o dinheiro, pois é isso que a população quer saber, e como já disse se não têm condições de atender que levem os funcionários para o Posto de Saúde e os pacientes para Ituverava, pois é o que já vem acontecendo, isto já que aqui não têm atendimento. Ainda disse que contratam um economista mais não contratam um anestesista, e os médicos de mãos atadas e caso não haja uma mudança para melhor, infelizmente a população vai ficar sofrendo. Portanto precisam de pessoas que administrem a Santa Casa de forma transparente, e novamente mencionou a contratação de um economista, fato que não sabia e que estas coisas a população também precisa saber, tendo em vista que pagamos nossos impostos e merecemos saber e ter o devido respeito.

Mensagem do Presidente da Câmara e demais Vereadores

Mensagem da Presidência da Câmara (2014 – Luís Antônio de Souza), e demais vereadores, a todos os funcionários públicos igarapavenses

 “Hoje, 28 de outubro, comemora-se o Dia do Servidor Público, data instituída pelo Presidente Getúlio Dornelles Vargas, em 1937, com a criação do Conselho Federal do Serviço Público Civil.

Tiekinha 28-10 É um registro especial que deve ser celebrado festivamente por todos os cidadãos como uma justa homenagem para reconhecer a grande importância do trabalho desses profissionais. “São pessoas que escolheram a missão de bem desempenhar o seu mister e que se dedicam ao atendimento público nas mais diversas áreas. Nas repartições administrativas e legislativas, cumprem o papel que legaliza, organiza, gerencia e executa os serviços. Em todas as instituições públicas há sempre a sua relevante participação, confirmando a importância de seu trabalho para a sociedade. “Mas não basta, apenas, oferecer-lhes um tributo pelos relevantes serviços que prestam. É preciso mais. É preciso valorizar o servidor público, viabilizando melhores condições de trabalho e de salário. Devemos nos lembrar de que o servidor público valorizado desempenha melhor suas funções, coroando com êxito este que é um verdadeiro processo de incentivo, fortalecimento e respeito aos trabalhadores. Porém, temos que ter a consciência de que há muito que fazer. “À instituição pública cabe o dever de valorizar o servidor público em todas as esferas governamentais. Os funcionários merecem respeito e atenção, pois, como todo cidadão, precisam de condições dignas de trabalho. “Aos funcionários públicos, nossos parabéns pela nobre missão que desempenham e que contribui para a grandeza da nossa cidade, do nosso Estado e do Brasil”

Palavra Livre Cláudio na sessão de 28/10/2014

O que os vereadores disseram na reunião do dia 28 de outubro
(Conforme ata aprovada em Plenário)
O edil Claudio fez uso e iniciou dizendo que usaria a palavra livre para fazer uma homenagem a um amigo que nos deixou no último dia 23 de outubro, o Sr. Oswaldo Souza Filho. Disse crer que todos o conheciam, pois seu último trabalho foi na Prefeitura Municipal de Igarapava, mas ele trabalhou por muitos anos e era aposentado da Polícia Militar.

Claudio 28-10Ressaltou que teve o privilégio de trabalhar com o Oswaldo na Polícia Militar por mais de 10 anos, cumpriu inúmeras escalas de serviços ao lado dele, lembra-se que ele era uma pessoa muito inteligência e com muita facilidade em elaborar ocorrências policiais, chegando a ser aprovado no exame de oficiais do Barro Branco na cidade de São Paulo. Afirmou que durante todo o período que trabalhou com ele presenciou inúmeras pessoas elogiando sua forma educada de conduzir as ocorrências. Disse aos familiares do Sr. Oswaldo ter certeza de que ele está em um lugar melhor do que estamos vivendo e espera que Deus conforte seus corações neste momento. Após o presidente parabenizou as palavras do edil Claudio sobre o Sr. Oswaldo.

Palavra Livre Ricardinho na sessão de 28/10/2014

O que os vereadores disseram na reunião do dia 28 de outubro
(Conforme ata aprovada em Plenário)
Após foi passada a palavra livre ao edil Ricardo Mateus que iniciou dizendo estar usando a tribuna, pois foi ofendido pelo edil Revanildo. Afirmou que devemos respeitar todas as pessoas e suas opiniões. Todos têm o direito de ter opiniões, pois estamos em um estado democrático de direito. Lembrou que o edil afirmou que não falaria mais sobre ele Ricardo, mas ele diria algo sobre sua pessoa. Falou que é casado há 16 anos, pai de 4 filhos, assinou sua carteira de trabalho com 18 anos, ingressou na prefeitura municipal na pintura de guias, isso com muito orgulho. Após prestou o concurso público e passou em 1º lugar para motorista, este que é seu cargo até hoje. Depois concorreu a uma eleição do Sindicato e a ganhou com o dobro de votos do segundo colocado, que na época era o “Esquerdinha”. Após concorreu em outra eleição onde o candidato era apoiado pelo Prefeito e nesta teve o triplo de votos deste candidato. Portanto tudo o que ele possui é fruto de seu trabalho.

ric 28-10Disse que quando foi na festa das crianças, foi primeiro porque havia sido convidado e depois porque o local é público, onde ninguém pode impedir de freqüentarem, mas que ficou muito feliz quanto esteve na festa, pois foi uma festa grandiosa, com distribuição de sorvetes onde ele tomou muitos, mas não levou para casa. Afirmou novamente que tomou muito sorvetes porque foi uma festa para o povo de Igarapava e ele se inclui neste povo igarapavense, e parabeniza o Carlão pela brilhante festa. Falou após que, quando a edil Cecília citou que apoia o Carlão porque ele é de Igarapava, ela deveria ter citado também o Sr. Deusdedit, que também é de Igarapava, então perguntou por que ela apoiou o Carlão e não apoiou o Sr. Deusdedit, onde indagou, será porque um é rico e o outro pobre, e afirmou que precisamos ter uma coerência na vida e um caminho reto. Disse que ele não apoiou o Carlão do Sindicato, pois tinha um compromisso antigo com o candidato que apoiou, mas que também não foi procurado pelo Carlão para que desse seu apoio. Afirmou que ele esteve sim em sua casa e que também esteve na casa do Carlão por várias vezes, conversaram, porém não acertaram este apoio, haja vista que na política é assim, hoje estamos de um lado e amanhã do outro, e que na política só entende um valor, o de somar, pois quem subtrai na política só perde, mas acha que seria importantíssimo que tivéssemos um deputado de nossa cidade, mas seria importante se a aliança fosse firmada há tempos atrás e com a Câmara inteira e cada um dentro de suas possibilidades, pois o edil Eurípedes teve seu deputado que deu mais de um milhão de reais para nossa cidade e não poderia deixar de apoiá-lo. Disse após que o candidato que ele apoio deu mais de quatro milhões para nossa cidade, portanto, existe sim um trabalho e isso devem respeitar, pois estamos em um estado democrático de direito, e temos o direito de apoiar ou não, porém existem pessoas que não aceitam, e querem obrigar a apoiarem um determinado candidato, ou então devemos mudar para uma ditadura onde são impostas as coisas. O edil acredita que tudo isto surgiu a partir de um simples comentário seu, pois ele só queria a festa para as crianças, o que infelizmente não houve, mas ele quer que continuem o trabalho, e sabe o tamanho da importância do Carlão do Sindicato para nossa cidade, e que ele muito ajudou e continuará ajudando. Após afirmou ter certeza que irá vê-lo na Assembleia, por entender que o Carlão é uma pessoa melhor que o próprio edil, tendo em vista o nível por ele alcançado e acredita que será difícil outro alcançar. Disse, porém que devem ter o respeito a qualquer opinião e repeitar o direito de escolher seu candidato, pois se partirmos do principio que estão obrigando as coisas não estamos em uma democracia. Lembrou que na eleição para Presidente da República houve uma diferença de 3% onde o povo decidiu seu caminho e isso é democracia. O edil Gilmar pediu um aparte e disse concordar com o edil Ricardo em quase tudo que ele falou, contudo não concorda quando ele disse que o Carlão não havia pedido apoio ao edil Ricardo, pois ele pediu apoio para todos os vereadores, não sabe se o edil Ricardo estava presente na ocasião, mas que de fato ele pediu o apoio de todos. O edil Ricardo disse que não estava presente na reunião, mas que o Carlão esteve em sua casa, e o edil esteve na Casa do Carlão, onde conversaram por várias vezes, contudo não se acertaram para trabalharem juntos na eleição. Falou que a vida segue e quem sabe em um futuro próximo poderão trabalhar juntos, pois na política devem somar e quem divide amarga a dura derrota.

Palavra Livre Cláudio sessão 20/10/2014

O que os vereadores disseram na palavra Livre do dia 20 de outubro de 2014
Vereador Cláudio Soares


O edil Claudio fez uso e iniciou indagando o quanto valia um voto, se podia ser comercializado e qual sua verdadeira finalidade. Na última quarta-feira ele recebeu uma ligação de um amigo e esse disse que havia tomado conhecimento de que o edil Claudio era candidato a Presidência da Câmara Municipal de Igarapava e o desejou sorte. O edil Claudio disse ter ficado surpreso, pois não houve nenhuma divulgação de sua candidatura e que também não existe nenhuma divulgação dos trabalhos dos edis nesta casa. Claudio então perguntou a seu amigo como ele havia ficado sabendo e ele o respondeu que é ouvinte de um programa de rádio que é realizado todas as terças feiras e que o locutor deste programa leu no dia 14 de outubro, ou seja, na terça feira da semana passada a ata do dia 15 de setembro, ou seja, quase um mês após a ocasião em que ele havia se declarado candidato a presidência. Afirmou que este seu amigo o fez várias indagações e que as diria. Seu amigo o perguntou se havia algum outro candidato a presidência da Câmara e o edil respondeu que oficialmente não existia nenhum outro candidato, onde disse que em sua opinião nossa Lei é falha, pois não existe nenhuma norma determinando que o candidato assim se declare antes de uma data especifica, ou seja, é complicado ser candidato, pois na ocasião da eleição pode aparecer outro que ninguém teve conhecimento de sua pretensão, e a menos de dois meses da eleição ninguém sabe quem fará parte da mesa diretora, essas funções importantes. Ainda este seu amigo o perguntou se é verdade que o candidato para ser eleito Presidente da Câmara precisa comprar votos, então o edil Claudio o respondeu que não tinha conhecimento sobre compra de votos neste mandato e que não há compra de votos, pois em 2012 ele votou no edil Paulo Afonso e não cobrou dele seu voto, porque o acha uma pessoa séria, honesta e competente. Em 2013 o edil Claudio votou no atual Presidente Luis Antonio e não cobrou pelo seu voto. Disse que foi candidato a 1º Secretário e não comprou votos de ninguém e acha que isso não ocorre neste Legislativo e caso ocorra não deveria. Salientou que não teria coragem de chegar até um colega vereador e tentar comprar seu voto, e oferecer cinco, dez, quinze, vinte ou trinta mil reais pelo voto, este de uma pessoa que representa não só os eleitores de uma pessoa que votou nele, mais de 28.000 habitantes de nossa cidade. Após afirmou a seu amigo que quem vende seu voto, vende também sua dignidade, seu valor moral, seu direito de cobrar e exigir alguma coisa, e com o passar do tempo ele perde sua credibilidade. Seu amigo então o respondeu da se seguinte forma, disse que se uma pessoa comum vende seu voto ele comete crime, e para um representante do povo a pena deveria ser agravada, o que o edil afirmou concordar e em seguida este seu amigo o fez mais uma pergunta.

claudio 20-10O Prefeito, o chefe do Executivo, ele pode de alguma forma interferir na eleição da Câmara Municipal. O edil Claudio respondeu que não, e de forma nenhuma o prefeito pode interferir na eleição do Legislativo, pois a eleição para escolha do Presidente e da Mesa Diretora é uma eleição interna e não pode sofrer nenhuma interferência de quem quer que seja. O edil acredita que o Prefeito não iria se expor, ainda mais se ele tiver a intenção de ser candidato à reeleição, pois se ele pensa em concorrer a uma possível reeleição ele não irá precisar somente do apoio de vereador A ou B, e sim de vários candidatos à vereador, porque uma das melhores estratégias para ser eleito ou reeleito Prefeito é ter vários partidos e vários candidatos bons a seu lado, motivo pelo qual o edil Claudio não acredita que o Prefeito irá tomar partido e não há motivos para que o prefeito apoie algum candidato, até porque não existe oposição ao Prefeito, e todos os vereadores desta Casa estão empenhados em ajudar a administração da melhor maneira possível e este seu amigo ainda finalizou o desejando sorte. O edil Claudio disse que aproveitaria a oportunidade e reafirmaria sua candidatura à Presidência da Câmara e espera que todos votem de acordo com a consciência e vontade. Falou também que existem pessoas que quando desejam algo são capazes de tudo e ficam o dia todo pensando naquilo, fazem ligações todos os dias, de manhã, à tarde e à noite e aparecem em lugares que menos esperam, se torna seu melhor amigo até conseguir o que deseja, ou seja seu voto. Pediu que não deixem que pessoas assim entrem nas mentes e que sejam fortes e tomem a decisão que realmente desejam, sabe que é difícil, mas têm a obrigação como vereadores, de serem fortes e afirmou que pessoas assim nunca cumprem o que dizem e a pior coisa que existe é ser comandado por outra pessoa, não ter atitude, ser vulnerável, não ter personalidade, e pediu que votem no candidato que achem melhor, mesmo que não seja ele Claudio. Antes de passar a palavra ao edil Gilmar o Presidente parabenizou as palavras do edil Claudio, que votou nele para Presidente. Disse que obteve 8 votos e de fato não comprou e não compraria nenhum voto, e para ele foi de muita satisfação ter sido eleito Presidente deste Legislativo.

Palavra Livre Gilmar sessão 20/10/2014

O que os vereadores disseram na palavra Livre do dia 20 de outubro de 2014
Vereador Gilmar Fernandes


Após foi passada a passada livre ao edil Gilmar Fernandes que disse estarem por completar dois anos de mandato e falaria algo sobre este período. Disse que todos estão vendo que nossa cidade melhorou, e em sua opinião estes dois anos de mandato, nosso prefeito, fez muito mais do que oito anos do prefeito anterior. Hoje nós temos várias obras iniciadas e logo estarão funcionando. Nossa cidade está mais limpa e procurando melhorar na área da saúde, que temos mais médicos nos bairros onde parabenizou o Prefeito pelo que ele vem fazendo. Disse após ser uma pessoa que tem toda liberdade de falar o que pensa e que jamais foi até a tribuna para perseguir o Prefeito e quando tem que falar algo de bom ele fala, porém quando tem que criticar ele também faz, pois apoio o atual Prefeito nas eleições. Afirmou que, da mesma forma que elogia existem algumas coisas que o preocupa e gostaria de dizer. Disse que muitos funcionários municipais o têm procurado e ele está preocupado, pois quando começou a atual administração existiam funcionários que além dos salários recebiam até 60 horas extras que ajudava muito no orçamento das pessoas e o prefeito foi obrigado a tirar 30 horas extras deles, onde Gilmar se lembrou que foi até o gabinete do Prefeito e ele o explicou os motivos porque estavam tirando estas horas extras, porém agora infelizmente ao que lhe parece estão tendo que tirar as outras trinta horas que os funcionários da prefeitura estavam recebendo e isto o preocupa muito, porque é muito triste para quem há dez ou doze anos trabalha na prefeitura e ao chegar o final do mês ele tem para receber R$ 750,00 ou R$ 800,00, e perguntou o que farão com esse dinheiro, onde muitos têm que pagar aluguel, tem família, farmácia e supermercado.

Gilmar 20-10 Disse que isto é uma crítica que está fazendo, pois acha que o Prefeito tem seus motivos, porém como bom administrador deveria saber onde economizar e não tirar estas 30 horas do funcionário, e acha que se o funcionário precisa do emprego o patrão também precisa do funcionário a seu lado e que empregado nenhum irá trabalhar satisfeito com um salário tão baixo. Disse após que hoje viu o edil Paulo Cesar trabalhando em nossa cidade e com apenas um funcionário o ajudando, então o prefeito caso não resolva este problema, amanhã não terá funcionários para trabalhar na prefeitura. Portanto o edil pediu que ele estude este caso com carinho, e lembrou que esteve olhando os boletins dos gastos no mês passado e viu que a Prefeitura gastou R$ 66.557,00 com locações de carros para a São Marcos e ele não sabe se estes carros ainda estão locados, mas que se for para economizar que economize com estes veículos, e espera que o Prefeito resolva da melhor maneira possível.

Palavra Livre Revanildo sessão 20/10/2014

O que os vereadores disseram na palavra Livre do dia 20 de outubro de 2014
Vereador Revanildo de Oliveira

 Após foi passada a palavra livre ao edil Revanildo que primeiramente parabenizou o Presidente pela nova pintura da Câmara e pelo bom gosto. Após disse que mais uma vez estava usando a palavra livre para agradecer a todos os vereadores que apoiaram seu irmão e pela lealdade e gratidão em sua candidatura a Deputado Estadual. Disse que tudo o que seu irmão já fez por Igarapava ele vai continuar fazendo e isso o edil tem certeza, porém só não fez a festa do dia das crianças, festa que o edil Ricardo, que na opinião do edil Revanildo é um “Cara de Pau” que participou da última festa, chupou muitos picolés da Kibom, levou para casa e teve a capacidade de vir e criticar uma festa destas que ocorreu na cidade onde afirmou que só não fez a festa neste ano, porque estava em uma dura campanha política e muito cansativa, mas tem certeza que seu irmão virá nesta Casa agradecer a cada um dos vereadores pelo apoio. A edil Cecília pediu um aparte e disse que hoje esteve na cidade de São Paulo e lá quando falou que era da cidade de Igarapava o primeiro nome que lembraram foi o do Carlão da Força. Ele que leva o nome de nossa cidade e isso com uma conduta ilibada, o que muitos políticos não fazem, e tem certeza que mesmo se tivesse sido eleito ele não faria a festa, pois ele faz as coisas com muita responsabilidade e seria humanamente impossível.

Revanildo 20-10 Disse que ele não é um Deputado, mas que muito já nos ajudou, leva o nome de nossa cidade e que nunca se esquece das pessoas. Falou para que ele valorize os votos que obteve e as pessoas que o ajudaram, pois vereadores que não o ajudaram não fariam falta e não fariam diferença, pois o perfil de quem votou nele é de pessoas boas e que queriam o bem da cidade e não de perfil de vereador que pensa só em si mesmo. Disse que o ajudou com muito gosto e está disposta o quanto puder a continuar ajudando e estará sempre pronta a trabalhar para ele, porque qualquer Deputado que ela pegue para ajudar ela consegue. O edil Revanildo agradeceu as palavras da edil Cecília e após disse que o colega apoio o Deputado Roberto Engler, que teve aproximadamente 400 votos, então porque ele não pediu para que ele fizesse a festa das crianças e tem certeza que nos próximos eventos o edil Ricardo não estará presente, pois seu irmão merece respeito, e ele não é qualquer pessoa, e caso o edil Ricardo não tenha capacidade de tomar conta do seu serviço que não tome conta do serviço dos outros. Disse ainda que só não falaria o que pensa do edil Ricardo por causa de decoro parlamentar, caso contrário falaria. Após ainda pediu um ofício ao prefeito o indagando do porque da não realização do concurso mis e mister Igarapava 2014, pois os candidatos o estão procurando e ele gostaria de saber isto por escrito para poder informar aos candidatos. O Presidente assim o determinou. Após o edil Ricardo pediu um aparte e solicitou que como foi citado na palavra livre, onde disse que existe uma clausula no Regimento Interno, e ele tem o direito de se defender. O Presidente então disse que foi consultada a assessoria jurídica e foi informado não existir. O edil Ricardo então pediu que ele consulte o Diretor da Câmara, pois existe no Regimento Interno, e ele tem o direito de se defender. O Presidente então disse que já havia consultado a assessoria jurídica e por ela foi informado que ele não tinha este direito.

Palavra Livre Ricardinho sessão de 20/10/2014

O que os vereadores disseram na palavra Livre do dia 20 de outubro de 2014
Vereador Ricardo Mateus


Após foi passada a palavra livre ao edil Ricardo Mateus e ele iniciou agradecendo o edil Gilmar pelas palavras sobre os funcionários públicos e acredita que ninguém quer cortar os salários dos funcionários. Contudo disse que primeiro deveria se pautar na Lei e todos os funcionários que fazem horas extras não pode tê-las cortadas, contudo se estão dando horas extras, existem duas diferenças, pois está no sindicato há sete anos e defende o funcionário. Disse que se tiver fazendo de fato as horas extras elas não podem ser cortadas e o Prefeito é obrigado a pagar e caso não pague existe o sindicato e existe a justiça, pois se o funcionário trabalhou é direito dele receber. Disse que não existe isso do Prefeito cortar as horas extras, e se estiver cortando é de quem não faz, pois quem faz tem o direito de receber, e caso contrário ele está descumprindo a Lei, e se isso acontecer aproximadamente 600 funcionários acabarão procurá-lo no sindicato para fazer cumprir a Lei. O edil Gilmar pediu um aparte e disse que talvez possa não ter se explicado corretamente e o que quis dizer não foi que o prefeito está dando horas extras aos funcionários, mas que ele dê condições para que o funcionário faça estas horas extras, porque existem muitos funcionários que trabalham no domingo e neste caso ao invés de receber as horas extras o funcionário acaba folgando outro dia. O edil Ricardo disse concordar, contudo precisa que entendam que o funcionário que trabalha e faz 60 horas extras o Prefeito é obrigado a pagar, isto porque ele trabalhou e fez jus a estas horas, mas se caso o Prefeito está dando horas extras é preciso analisar. Outro fato explicado pelo edil é que a folha de pagamento é de 54% e o edil Gilmar disse que a prefeitura gastou com veículos, contudo este gasto não entra na folha, pois a folha tem este percentual de 54% que o prefeito pode atingir do que arrecada o município. Então não tem nada a ver gasto com veículo com folha de pagamento, e sim tem muito mais a ver com cargos em comissão por exemplo.

ric 20-10Portanto o Prefeito pode gastar até 54% com salários, e devem se interar para poder falar, pois podem jogar uma categoria de funcionários contra o sindicato, jogar o povo contra o sindicato e contras os vereadores, e que existe a Lei e ninguém pode passar por cima dela. Afirmou que tudo que diz respeito a funcionário público ele sabe ou mesmo procura saber, e que devem tomar cuidado com o que falam, pois depois a categoria acaba dizendo que estão contra eles, o que não é verdade, e lembrou que em janeiro haverá reposição salarial que têm que lutar, pois caso conseguirem um aumento de 15% ou 10% no salário do funcionário ninguém toma e ressaltou que horas extras é a escravidão do funcionário público, pois ele fica escravo de horas extras e no salário ninguém mexe e o funcionário tem que ter salário digno, pois salário é para vida todo, inclusive para aposentadoria. Outro assunto que falou foi que sempre quando usa a palavra livre causa algum problema e gostaria de dizer que o que disse na palavra livre da semana passada, inclusive que vieram o perguntar a respeito dos deputados, da festa que não ocorreu, ele continuava com a mesma opinião, e não retirava nada do que disse. Afirmou que precisavam da festa do dia das crianças sim e precisavam ter tido apoio de todos os Deputados que tiveram votos aqui em Igarapava, os que perderam e os que ganharam, pois todas as eleições eles levam os votos e poucos voltam para ajudar nossa cidade, inclusive candidatos que jamais pisaram aqui tiveram votos, contudo ele quer saber o que os Deputados que tiveram votos aqui vão fazer por nossa cidade a partir do próximo ano, pois ele irá cobrar e terão que fazer valer os votos que tiveram. Ainda citou o candidato apoiado pelo edil Eurípedes que doou mais de um milhão de reais para Igarapava e recebeu pouco mais de cem votos e outros que nunca pisaram aqui tiveram muito mais. Após ele solicitou um ofício ao Departamento de RH pedindo que agilizem a alteração do salário base dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias e possam tirar a denominação de gratificação e que cumpram a Lei, isto, pois aprovamos a Lei para alteração do piso salarial destes funcionários, e não sabe o que o Departamento de RH e o Jurídico do Executivo está fazendo que até hoje não fizeram esta alteração, pois caso isso não ocorra até sexta feira ele irá procurar o Ministério Público e o Promotor. O edil Eurípedes pediu um aparte e falou a respeito da verba que ele conseguiu com seu Deputado e acha difícil nos próximos dois anos algum outro vereador conseguir superá-la, mas agora não sabe como irá pedir mais verbas para nossa cidade, pois 6300 pessoas deixaram de ir votar. Disse que quem perde com isso é a cidade e que também sente muito pela não eleição do Carlão da Força. Após falou que deveria ser colocado um painel com as pessoas que ajudam nossa cidade.

Palavra Livre Gilmar sessão 13/10/2014

 O que os vereadores disseram na reunião do dia 13 de outubro (conforme ata aprovada em Plenário) Palavra Livre do vereador Gilmar Fernandes

 

O edil Gilmar Fernandes fez uso e falou que ontem foi um dia especial, Dia de Nossa Senhora Aparecida e Dia das Crianças, parabenizou todas as crianças do Brasil e principalmente de nossa cidade, as desejando felicidade. Após relatou que também estava muito triste pela não eleição do Candidato a Dep. Estadual o Carlão da Força, pois ficou ele bem perto de ser eleito, porém hoje não temos um deputado filho de Igarapava, o que foi muito comentado e de fato é muito triste. Após disse que não temos a noção do que Igarapava perdeu ao não conseguirmos eleger o Carlão da Força como Deputado, ele uma pessoa que sempre nos ajudou, e tínhamos a esperança que fosse eleito, onde afirmou ter certeza que se o Carlão da Força tivesse sido eleito iríamos começar nossa caminhada para um futuro melhor.

Gilmar 13-10 Após o edil ainda disse que deixaria sua indignação às pessoas que não foram votar, pois não perderam quinze minutos para dar ser voto, contudo deixou claro respeitar todas as pessoas que tiveram outras opções de candidatos, mas que foram votar nestes candidatos, e caso mais mil pessoas tivessem ido votar, talvez teríamos o Carlão da Força como Deputado. Lembrou que já viu nossa cidade bem melhor do que é hoje, ela já foi uma das melhores cidades da região, tínhamos os melhores médicos, tínhamos a melhor Santa Casa, tínhamos um dos melhores times de futebol e hoje infelizmente nossa cidade é uma das piores da região, isso devido a não termos uma força política, e agora que poderíamos começar esta política forte deixamos escapar. Falou que agora passou e espera que tenhamos aprendido muito com esta derrota, e ainda lembrou que como o edil Eurípedes Barsanulfo comentou, nossa imprensa tanto escrita quanto falada, quando um deputado faz algo de bom para nossa cidade que ela divulgue isto, e que talvez por esta falta de divulgação muitas pessoas não ficam sabendo quais os deputados ajudam nossa cidade e a imprensa poderia divulgar, e assim todos saberiam por exemplo, o que o Carlão da Força já fez por nossa cidade

 O que os vereadores disseram na reunião do dia 13 de outubro (conforme ata aprovada em Plenário) Palavra Livre do vereador Gilmar Fernandes

 

O edil Gilmar Fernandes fez uso e falou que ontem foi um dia especial, Dia de Nossa Senhora Aparecida e Dia das Crianças, parabenizou todas as crianças do Brasil e principalmente de nossa cidade, as desejando felicidade. Após relatou que também estava muito triste pela não eleição do Candidato a Dep. Estadual o Carlão da Força, pois ficou ele bem perto de ser eleito, porém hoje não temos um deputado filho de Igarapava, o que foi muito comentado e de fato é muito triste. Após disse que não temos a noção do que Igarapava perdeu ao não conseguirmos eleger o Carlão da Força como Deputado, ele uma pessoa que sempre nos ajudou, e tínhamos a esperança que fosse eleito, onde afirmou ter certeza que se o Carlão da Força tivesse sido eleito iríamos começar nossa caminhada para um futuro melhor. Após o edil ainda disse que deixaria sua indignação às pessoas que não foram votar, pois não perderam quinze minutos para dar ser voto, contudo deixou claro respeitar todas as pessoas que tiveram outras opções de candidatos, mas que foram votar nestes candidatos, e caso mais mil pessoas tivessem ido votar, talvez teríamos o Carlão da Força como Deputado. Lembrou que já viu nossa cidade bem melhor do que é hoje, ela já foi uma das melhores cidades da região, tínhamos os melhores médicos, tínhamos a melhor Santa Casa, tínhamos um dos melhores times de futebol e hoje infelizmente nossa cidade é uma das piores da região, isso devido a não termos uma força política, e agora que poderíamos começar esta política forte deixamos escapar. Falou que agora passou e espera que tenhamos aprendido muito com esta derrota, e ainda lembrou que como o edil Eurípedes Barsanulfo comentou, nossa imprensa tanto escrita quanto falada, quando um deputado faz algo de bom para nossa cidade que ela divulgue isto, e que talvez por esta falta de divulgação muitas pessoas não ficam sabendo quais os deputados ajudam nossa cidade e a imprensa poderia divulgar, e assim todos saberiam por exemplo, o que o Carlão da Força já fez por nossa cidade

Palavra Livre Ricardinho sessão 13/10/2014

 

 O que os vereadores disseram na reunião do dia 13 de outubro (conforme ata aprovada em Plenário) Palavra Livre do vereador Ricardo Mateus

 

Após foi passada ao edil Ricardo Mateus que iniciou falando sobre o dia das Crianças e que ele participou de várias festas, estas que lhe trouxeram muita alegria, principalmente as festas das crianças carentes, onde se vê o quanto precisamos melhorar como seres humanos e também como políticos, pois são nestas horas que vê o quanto estas crianças precisam de apoio, e disse ter visto a alegria que um pedaço de bolo ou uma bala traz para estas elas. Após ele relatou não ter entendido porque que com as diversas festas, se lembrando da realizada ano passado, neste ano os candidatos a deputados não fizeram a festa para as crianças que deveriam ter feito, pois o trabalho não pode parar e daqui a quatro anos terão eleições novamente, e os candidatos que tiveram votos em nossa cidade, ganhando ou perdendo, deveriam se lembrar disto, pois ele ao passar próximo à Praça Sinhá Junqueira ficou triste, e se lembrou do ano passado onde as crianças ganharam muitos sorvetes em uma festa maravilhosa, esta que esperava que acontecesse novamente, o que infelizmente não ocorreu. Disse ainda que inclusive pretende perguntar ao prefeito municipal do porque não houve a festa, pois ela ficou na historia da cidade de Igarapava. Após falou que aconteceram outras grandes festas ao redor da cidade e que participou de algumas e elas fizeram a alegria das crianças, isto pela falta da grande festa que deveriam ter tido. Disse que usam as festas para ganhar votos e buscar objetivos e isto deve parar de acontecer na política brasileira e igarapavense, e não tapearem o povo, pois festa para tapear o povo não resolve nada e temos que manter uma sequência, pois a população precisa sempre do político e do vereador e daqui a um ano e meio eles vão aos bairros pedir votos e ele não sabe o que estão fazendo pelas pessoas. O edil Gilmar pediu um aparte e disse ao edil Ricardo que ele deveria saber o que ele Ricardo faz, contudo Ricardo poderia não saber, mas existem vários outros vereadores que fizeram algo sim, e ele Gilmar não deixou de ajudar e ir onde havia alguma festa do dia das crianças, e disse que o edil Ricardo estava equivocado, pois caso ele tenha ajudado ou participado outros vereadores também fizeram.

ricardinho 13-10 O edil Ricardo então disse que caso a carapuça não tenha servido ao edil Gilmar que ele não use, e lembrou que no dia 12 de outubro do ano passado, teve sorvete da kibom e outras inúmeras coisas na praça, e este ano as pessoas que deveriam ter feito o evento não fizeram, isto após um período eleitoral, e é isto que ele esta dizendo e todos sabem o que ele quer dizer, e pediu que não se façam de bobo. Disse que ano passado a festa foi uma maravilha e este ano não houve. Ainda falou ter certeza que todos os edis ajudaram em festas nos bairros e isto ele tem certeza, porém pediu que parem de politicagem, pois todos são adultos e políticos e sabem do que ele está falando, contudo acredita que vão ouvi-lo e ano que vem farão uma festa grandiosa para as crianças de nossa cidade. Ainda pediu um ofício ao Presidente do Igarapava Esporte Clube o parabenizando pela brilhante festa e brilhante reinauguração do clube, ele que participou do baile e viu a organização e a reforma de um clube tradicional de nossa cidade e isto é um orgulho para ele. Após pediu ao edil Jubai que leve um grande abraço a seu filho Bruno que é o presidente do Igarapava Esporte Clube. O edil Jubai então pediu um aparte e agradeceu o edil Ricardo pelas palavras, disse que ficou muito feliz, pois o que seu filho e ele fizeram no Igarapava Esporte Clube era um desejo muito antigo, e não só deles, mas da população de Igarapava, e com muito sacrifício e empenho conseguimos trazer de volta os bailes que existiam no clube para nossa população e resgatar a imagem do clube. O edil João Gabriel solicitou um aparte e parabenizou o edil Ricardo pelas palavras, cumprimentou o ex-presidente do Igarapava Esporte Clube o edil Jair Xavier e também o atual Presidente Bruno Ricardo e solicitou autorização para assinar o ofício requerido. Disse que não se fez presente no evento, mas soube que foi grandioso para nossa cidade e sabe que existem outras datas marcadas e com certeza nestas, ele se fará presente. Após o edil Ricardo voltou a falar e disse ser muito difícil ganhar uma eleição para vereador e se sentar na cadeira desejada por muitos, porém que poucos conseguem, e quando vai a alguns eventos, ele acha que o vereador deveria ser mais respeitado, porque ao chegarem nestes eventos pessoas que nunca tiveram um voto ou disputaram uma eleição, ou mesmo foram até um bairro, estão lá com os microfones falando e os vereadores ficam nos cantos sem poder falar, portanto acha que chegou a hora de poderem falar, pois se passaram dois anos e precisam mostrar serviço, trabalhar e poder falar. Disse ainda que secretário não pede voto e não participa da eleição com o prefeito e não precisam aparecer e sim mostrar serviço, e quem precisa ter contato com o público são os vereadores, poder falar, explicar e aparecer. Falou que quem nomeia Secretário é o Prefeito e eles não vão pedir votos e escutar xingamentos e às vezes ganham quase o mesmo que um vereador. Contudo ele agora começará a ir aos eventos e falar e se não tiver o devido respeito irá a te a palavra livre e pronunciará o nome do secretário e do prefeito e de quem quer que seja, pois ele é vereador, o que inclusive já lhe falaram, onde disseram que ele estava precisando aprender a ser vereador e acredita que estão precisando arregaçar as mangas e trabalhar e isto serve para todos, e como já se passaram dois anos, eles não aparecem em nada e depois como vão pedir votos. Ainda disse quando enviam os projetos eles apoiam todos, portanto disse que isso doe muito, pois só ele sabe o que passou para estar aqui nesta Casa de Leis, e quando esta pessoa o disse que ele não sabia que era vereador isto o fez acordar.

Palavra Livre Cecilia sessão 06/10/2014

 O que os vereadores disseram na reunião do dia seis de outubro de 2014, conforme ata aprovada em Plenário

 

Palavra Livre - Edil Cecília Carolina que também falou sobre as eleições de ontem e que em nossa cidade, os vereadores como políticos de Igarapava têm que trabalhar mais com a cultura política e com a explicação, pois a abstenção em nossa cidade foi a maior da região, ou seja de 30%, e os que foram, na sua opinião votaram com pouca informação tendo em vista pegarmos a relação dos Deputados Federais que já enviaram mais de R$ 22.000.000,00 em recursos.

cecilia6-10 Falou após que caso algum Igarapavense for até o gabinete do Deputado Arnaldo Jardim ela espera que ele reconheça e continue a ajudar nossa cidade. Também citou o Deputado Duarte Nogueira que é de nossa região e que valorize os votos que obteve aqui. Citou o Deputado Francisco Everardo que também obteve votos aqui, ele que inclusive já doou um trator para nossa cidade. A delegada Graciela que teve o apoio de alguns edis e que foi muito bem votada, e que poderia ter retribuído à altura a ajuda que obteve, porém as pessoas das cidades vizinhas estavam com inveja de podermos ter um deputado de Igarapava, mas isso não impedirá que o Carlão da Força seja eleito um dia deputado. Pediu ao edil Revanildo que leve um abraço a ele e que não desista do povo de Igarapava. Após falou sobre o Andrés que também teve votos em nossa cidade, o Deputado Arnaldo Jardim que já ajudou muito Igarapava, e outros que já estamos acostumados a ver votos para eles. Citou os Deputados Estaduais Gasparini, Fernando Capez, Barros Munhoz, Roberto Engler que doou recursos para a rotatória da metalúrgica Rio Grande sendo um dos motivos que fizeram os funcionários e diretores da empresa votarem nele. Citou o Deputado Rafael Silva, o Deputado André do Prado e Vitor Sapienza, este que não foi eleito e outros com menos votos. Pediu para continuarmos em frente e que está disposta a lutar por Igarapava e enfrentar os problemas e desafios, isto porque hoje esteve com várias pessoas em seu escritório e elas não sabiam que o Carlão não havia sido eleito e chegavam felizes, porém a edil tinha que dar a triste notícia, e muitas diziam que estiveram com ele na cidade e que ele havia pedido humildemente seu voto.

Palavra Livre Revanildo sessão 06/10/2014

 O que os vereadores disseram na reunião do dia seis de outubro de 2014, conforme ata aprovada em Plenário 

Revanildo6-10

Palavra Livre: Após foi passada a palavra livre ao edil Revanildo Estevam que iniciou agradecendo todos os vereadores pelo apoio dado a seu irmão o Carlão da Força e disse que infelizmente não foi desta vez que ele conseguiu ser eleito, mas ele obteve 32570 votos, uma votação expressiva, pelo qual novamente agradeceu a todos. Disse que infelizmente o partido dele fez somente um Deputado Estadual e um Federal. Ainda agradeceu toda solidariedade dirigida a ele, agradeceu o edil Paulo Afonso pelo carinho e pelas palavras de hoje e a todas as pessoas que votaram nele.